Guerra Incandescente IV

18:51



Trilha sonora: Ousado Amor.

“Amada Helena,

Meu coração é assim todos os dias, imagine como um Pai fica ao ver um filho perdido nos caminhos, um filho sem conhecer a verdade, um filho que desistiu. Helena, todos possuem o livre arbítrio, mas sabemos que nem tudo nos convém.

Lembra que tua mudança ocorreu por meio de processos, quando imaginávamos estar totalmente curada, as lágrimas apareciam tímidas em sua face, e você como criança aninhava-se em meus braços dizendo não saber a procedência? Nádia experimentará de processos. Sabemos que palavras quando ditas em meio a circunstâncias ficam gravadas em nosso subconsciente, muitas bloqueiam nossa vitória, bloqueiam seguir ao encontro do novo, da benção.

Sobre Nádia, sobre você, estou tão feliz. Você utilizou de suas feridas, hoje cicatrizes, para abençoa-la. Este amor, que nasce de uma fonte inesgotável, fonte viva, fonte que não se corrompe e nem se contamina. Amor que jamais encontrariam em homens, homens que são falhos, que mentem e não cumprem promessas. Estou aqui para quebrar cadeias, para libertar das algemas de gerações.

Nádia é amada, é filha escolhida, e toda essa dor, transformarei em alegria, pois o choro pode durar uma noite, mas a alegria vem ao amanhecer. Como um pastor, O Senhor, deixa seu rebanho para ir ao encontro de uma ovelha perdida, e aquela noite, foi o encontro de Nádia. Você foi o instrumento, a ligação de um amor tão impressionante, infinito e ousado.
Querida Helena, você é resposta de oração, não esqueça-se, Nádia foi o começo!

Meu coração encontra-se em extasie, muito mais que impactada, você foi ousada, aceitou sua missão, e tem levado desta transformação genuína para tantos outros que estão na guerra.

Tu sabes que esta guerra não é tua, é minha, mas a vitória é sua!

Não tenha medo, sê forte, e grite “Olha o que Ele fez comigo!”.

Estou com você em cada instante, continue, as almas sedentas estão a procura!

Com amor e graça,

Joshua”

Acompanhe a próxima carta no blog: "La Branca".

Leia Também

0 comentários

Twitter

Subscribe